• Everton Bottega

RECUPERAÇÃO MUSCULAR: COMO ACELERAR ESSE PROCESSO?

Atualizado: 30 de Mai de 2018



Diversos atletas e esportistas sofrem com a demora na recuperação muscular. Muitas vezes, isso acontece devido ao excesso de treino, pouco descanso e alimentação inadequada. Esportes de longa duração, que exige muito do condicionamento cardiovascular e músculo esquelético, pode sofrer o chamado OVERTRANING. Esta consequência leva a pessoa ao desgaste total do corpo, podendo até parar precocemente sua carreira esportiva ou suspender os exercícios físicos.


O mercado de suplementos alimentares cresceu tanto que nos últimos anos diversos estudos foram feitos, todos voltados à utilização de recursos ergogênicos nutricionais. Estes servem para ajudar na recuperação muscular e melhorar a performance física e mental do atleta.


Um dos suplementos mais utilizados e com muitos estudos publicados são os aminoácidos de cadeira ramificada (BCAA’s), compostos por LEUCINA, ISOLEUCINA e VALINA. Importante ressaltar que, de nada adianta utilizar os melhores suplementos alimentares, sem ter a uma alimentação equilibrada com alimentos nutritivos. Antes de utilizar qualquer suplemento ou complemento alimentar, precisamos ter uma dieta balanceada, especifica para cada fase de treinamento e demanda energética de cada esporte. Após uma base completa nutritiva é que devemos incluir os recursos ergogênicos para ajudar no rendimento esportivo e nunca ao contrário, ou seja, suplementar para depois se preocupar com a alimentação.


Para entendermos como estes aminoácidos (BCAA’s) atuam em nosso corpo, ajudando na construção muscular, vamos exemplificar da seguinte maneira: Imaginamos que nossos músculos seja uma PAREDE DE TIJOLOS e o exercício que praticamos, uma MARRETA. Quanto mais forte o exercício, mais pesado será essa MARRETA. Quando treinamos intensamente, é como se esta marreta batesse bem forte na PAREDE DE TIJOLOS, quebrando algumas pequenas partes. O que podemos fazer para consertar essa parede? Usamos cimento e reconstituímos de uma forma que fique mais forte e resistente, certo? Os aminoácidos atuam dessa mesma forma nos músculos, ajudando na reconstrução dessas fibras musculares que tiveram micro lesões no exercício físico.

Quando falamos de exercícios físicos aeróbios como, uma corrida de longa duração (acima de 1 hora), os aminoácidos agem de forma a diminuir a fadiga central do esportista, bloqueando um aminoácido que começa a ser liberado pelo corpo depois de alguns minutos de atividade física, chamado de TRIPTOFANO. Este aumenta a fadiga central, fazendo com que a resistência corporal seja diminuída consideravelmente.

Por isso, esses potentes aminoácidos (BCAA’s), se utilizados de maneira correta, auxiliam muito em qualquer exercício físico. Algumas concentrações são importantes de ser salientadas, como a LEUCINA, tendo como a principal função a síntese proteica, ou seja, atua diretamente na recuperação muscular acionando algumas enzimas (mTOR) fundamentais no processo de recuperação do tecido muscular. Os BCAA’s podem ser utilizados pré-treino, durante o treino e/ou pós-treino, dependendo de cada atividade, objetivo e composição corporal da pessoa.


Devemos sempre procurar um nutricionista para adequar de maneira mais precisa a quantidade e o momento certo que devemos utilizar tais suplementos.


Grande abraço a todos e se mantenham sempre a milhão!!!


“Treine sério, alimente-se corretamente, mantenha a mente concentrada e aproveite os resultados”


Treinador Físico e Nutricionista Esportivo Éverton Bottega

CRN: 9713 D

CREF: 009582-G/RS

215 visualizações

@evertonbottega

@evertonbottega